Destaque

São intensifica combate ao Aedes Aegypti

Combate ao Aedes Aegypti - Douglas Macedo (4)

Foto: Douglas Macedo

O inverno está acabando e com as temperaturas mais quentes se aproximando, surge uma preocupação: o Aedes aegypti. O mosquito que transmite a dengue, febre chikungunya e o vírus zika se prolifera nos períodos mais quentes do ano e não deixar que o inseto nasça é a melhor forma de prevenção.

A secretaria de Saúde de São Gonçalo notificou este ano até o momento 9.516 casos de dengue, seguido de 269 casos de chikungunya e 152 de zika. Não foram confirmados casos de microcefalia causados pelo vírus zika. O município intensificou as ações em alguns bairros e criou um comitê gestor para monitoramento do plano municipal de combate ao mosquito que se reúne semanalmente para atualização dos dados e tomadas de decisões para o controle das doenças.

A partir deste mês serão realizadas as capacitações para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e para os Agentes Comunitários de Endemias (ACE), já no mês de outubro serão feitas as capacitações dos profissionais de saúde. O trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti acontece todos os dias em vários bairros da cidade e os agentes da vigilância ambiental e de endemias intensificam as ações nas regiões mais afetadas conforme a demanda.

O Aedes aegypti é um mosquito doméstico que vive dentro de casa e perto do ser humano. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos são colocados e distribuídos por diversos criadouros.

O secretário de Saúde da cidade, Dimas Gadelha, ressaltou que o município segue trabalhando constantemente no combate ao mosquito transmissor e destaca que a participação e ajuda da população é muito importante no combate ao mosquito.

“Montamos um comitê que se reúne periodicamente para avaliar os dados e tomar as decisões pertinentes às ações de combate, bem como assistência aos casos. As ações serão intensificadas nos próximos meses devido ao período de maior proliferação”, explicou o secretário.

Paralelamente ao trabalho de combate ao mosquito, a secretaria de Infraestrutura e Urbanismo realiza a retirada de lixo e entulho jogados irregularmente em terrenos baldios e pelas ruas da cidade. A população pode denunciar focos do mosquito Aedes aegypti assim como solicitar visitas dos agentes através dos telefones 2712-0720 ou 0800-022-6806.

Por Suzana Moura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: